Qual é a diferença entre METEOROS, COMETAS E ASTERÓIDES?

Geralmente vemos na mídia um desses corpos rochosos causarem problemas aqui na Terra mas sempre existe uma certa confusão sobre o que exatamente são cada um deles. Apesar de parecerem ameaçadores, eles estão na lista de baixa preocupação da astronomia com relação a objetos interplanetários, mas eles estão entre os mais espetaculares e os únicos que podemos ver com facilidade daqui da Terra.

Já é possível imaginar que você está doido para saber o que aconteceria se um desses acertasse a Terra não é mesmo? Mas infelizmente não falaremos disso nessa matéria, talvez para uma próxima (fique tranquilo, as chances são bem baixas, ao menos saberemos se isso acontecer).

Meteoroide, meteoros e meteoritos

Ficou confuso só pelos nomes né? Mas para fazer essa explicação, precisaremos desses 3 nomes, então vamos lá:

Foto: Meteorito [Wikipédia]

Meteoroide: São objetos no espaço que variam em tamanho de grãos de poeira a pequenos asteroides. São basicamente “rochas espaciais”.

Meteoros: É quando os meteoroides entram na atmosfera da Terra (ou de outro planeta, como Marte) em alta velocidade e queimam, as bolas de fogo ou “estrelas cadentes” são chamadas de meteoros.

Meteorito: É quando um meteoroide sobrevive a uma viagem pela atmosfera e atinge o solo, é chamado de meteorito .

Cometas

Foto: cometas [Wikipédia]

Os cometas são corpos pequenos, frágeis e de formato irregular, compostos por uma mistura de grãos não voláteis e gases congelados. Eles geralmente seguem caminhos altamente alongados ao redor do sol.

A maioria se torna visível, mesmo em telescópios, apenas quando se aproxima o suficiente do Sol para que a radiação solar comece a sublimar os gases voláteis, que por sua vez sopram pequenos pedaços do material sólido. Esses materiais se expandem em uma enorme atmosfera de escape chamada coma, que se torna muito maior do que um planeta, e são forçados a voltar para longas caudas de poeira e gás por radiação e partículas carregadas fluindo do sol.

Os cometas são corpos frios, e os vemos apenas porque os gases em seu coma e caudas fluorescem à luz do sol (algo semelhante a uma luz fluorescente) e por causa da luz solar refletida nos sólidos.

Asteroides

Asteroides são fragmentos rochosos que sobraram da formação do sistema solar há cerca de 4,6 bilhões de anos. A maioria dos asteroides orbita o Sol em um cinturão entre Marte e Júpiter. Os cientistas acham que há provavelmente milhões de asteroides, variando amplamente em tamanho, de centenas de quilômetros a menos de um quilômetro (um pouco mais de meia milha) de largura.

Ocasionalmente, os caminhos orbitais dos asteroides são influenciados pelo puxão gravitacional dos planetas, que faz com que seus caminhos se alterem. Os cientistas acreditam que asteroides perdidos ou fragmentos de colisões anteriores se chocaram contra a Terra no passado, desempenhando um papel importante na evolução do nosso planeta.

O conteúdo acabou mas temos algo a oferecer antes de você encerrar essa matéria, já se imaginou garantindo o seu futuro com jogos?

O curso GAME ART TOTAL tem o objetivo de ensinar os alunos a criarem artes para jogos 2D e 3D, desde os primeiros passos.

CURSO GAME ART TOTAL Funciona? Crie artes profissionais para jogos!Clique Aqui e se prepare para criar um jogo TOP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: