5 Fatos interessantes sobre os Golfinhos

Os golfinhos, são perfeitamente adaptados para viver no ambiente marinho e existem cerca de 37 espécies conhecidas de água salgada e água doce em todo o mundo. Famosos por serem nadadores excelentes, alguns chegam a saltar até cinco metros acima da água e nadar a uma velocidade de 40 km/h podendo também, mergulhar a grandes profundidades.

Sua alimentação consiste basicamente de peixes e lulas, eles podem viver de 20 a 35 anos e dão à luz um filhote de cada vez. Costumam também viver em grupos já que são animais sociáveis e também com outros animais.

Golfinhos são os famosos ”mestres” das curiosidades na internet, isso porque esse mamífero possui mais de uma habilidade que tornam eles diferentes, além da sua capacidade de ”socializar” com outras espécies.

Aqui vamos listar 5 fatos que existem sobre esse animal que vão fazer você entender o porque ele é tão especial:

1- Visão especializada

Muitos não sabem mas os golfinhos têm um sentido de visão altamente sofisticado. Contando com um ângulo de visão de 300 graus graças aos seus olhos bem separados, eles conseguem até mesmo ver atrás de si mesmo.

Outro fato interessante é que cada olho, pode se mover independentemente, o que permite que eles examinem duas direções diferentes ao mesmo tempo. Como se já não bastasse essas habilidade, eles conseguem ver fora da água tão bem quanto debaixo dela, enxergando bem tanto com muita luz quanto com pouca.

2- Habilidade de ecolocalização

O golfinho possui o extraordinário sentido da ecolocalização. Trata-se de um sistema acústico que lhe permite obter informações sobre outros animais e o ambiente, pois consegue produzir sons de alta frequência ou ultrassônicos, na faixa de 150 quilohertz, sob a forma de cliques ou estalidos. Esses sons são gerados pelo ar inspirado e expirado através de um órgão existente no alto da cabeça, os sacos nasais ou aéreos.

O som atinge a presa, parte é refletida  e captado por um órgão do golfinho [Foto: Wikipédia]

A ecolocalização dos golfinhos, além de permitir saber a distância do objeto e se o mesmo está em movimento ou não, permite saber a textura, a densidade e o tamanho do objeto ou presa. Esses fatores tornam, a ecolocalização do golfinho, muito superior a qualquer sonar eletrônico inventado pelo ser humano.

3- Pele altamente funcional

A pele de um golfinho é lisa e suave e ele pode constantemente trocar ela quando quiser. Além disso é extremamente sensível ao toque e cicatriza com muita facilidade (esse tipo de habilidade ainda é bastante estudado). Virtualmente, cada golfinho adulto carrega parte dos registos acerca de interações com companheiros, inimigos e o meio ambiente, codificados num conjunto de cicatrizes nas suas peles.

A epiderme do golfinho, que é elástica e lisa, reveste uma derme macia, constituída por sua vez por um sistema de papilas e canais: a baixa velocidade, ela fica lisa, mas a grande velocidade deforma-se para absorver as turbulências, permitindo aos golfinho movimentos rápidos.

4-  Sono diferenciado

File:Hectors delfin.jpg

Foto: Wikipédia

Os golfinhos, por serem mamíferos e apresentarem respiração pulmonar, devem, constantemente, realizar a hematose a partir do oxigênio presente na atmosfera. Tal fato obriga os golfinhos e muitos outros animais aquáticos dotados de respiração pulmonar a subirem constantemente à superfície. Uma das consequências desta condição é o sono baseado no princípio da alternação dos hemisférios cerebrais no qual somente um hemisfério cerebral torna-se inconsciente enquanto o outro hemisfério permanece consciente, capacitando a obtenção do oxigênio da superfície.

5- Alta inteligência

Os golfinhos apresentam um grande desenvolvimento psíquico, e sua inteligência é comparável ou maior à dos primatas. Os golfinhos apresentam um grau de inteligência similar à de seres humanos, mas ainda existem diversos estudos em andamento para comprovar e quantificar esses níveis de inteligência. O cérebro grande e evoluído dos golfinhos pode ser consequência das necessidades de comunicação em baixo da água e para usarem o sonar com precisão.

Em uma pesquisa feita por um neurologista americano, golfinhos aprenderam a falar 30 palavras em inglês, combinando pronomes, verbos e substantivos para formar sentidos em suas frases. O experimento foi feito com 2 golfinhos e um deles falou ” fundo piscina, disco plástico , trazer caixa boiando” para um companheiro e rapidamente ele desceu e escolheu 2 discos plásticos e colocou em uma caixa que boiava.

Além disso eles possuem um senso coletivo muito forte, eles costumam andar em grupo e se comunicam para fazerem as atividades. Quando um golfinho é ferido, todo o grupo foca em alimentar o golfinho ferido até que ele se recupere e volte a andar com o grupo normalmente, tudo isso com uma alta comunicação.

O conteúdo acabou mas temos algo a oferecer antes de você encerrar essa matéria, já se imaginou garantindo o seu futuro com jogos?

O curso GAME ART TOTAL tem o objetivo de ensinar os alunos a criarem artes para jogos 2D e 3D, desde os primeiros passos.

CURSO GAME ART TOTAL Funciona? Crie artes profissionais para jogos!Clique Aqui e se prepare para criar um jogo TOP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: