O que é o projeto Biosfera 2?

Anúncios

O humano sempre tentou recriar algo parecido com os biomas da Terra ou algo que apenas permita a nossa sobrevivência com todos os recursos que precisamos, mas sempre falhamos. Essa ideia quis fazer muito mais do que só colocar biomas funcionando, colocaram humanos para sobreviver nela e até faziam o controle de oxigênio para literalmente criar uma ”mini-terra”.

A biosfera 2 é uma instalação criada no deserto bem próximo da cidade de Oracle no Arizona, separada apenas por montanhas servindo atualmente como um centro de pesquisa e ensino sobre a vida na Terra. Ela é considerada o maior sistema ecológico fechado já criado, tendo sido construída entre 1987 e 1993 para demonstrar a viabilidade de sistemas ecológicos fechados para manter a vida humana em outros planetas.

Screenshot_27

Essa grande instalação possui cerca de 12 mil metros quadrados onde existem em cada setor um domo protegendo a área interna da área externa. O projeto chegou a custar 180 milhões de dólares para sua construção, que foi patrocinada pela Space Biosphere Ventures e chefiada por um oceanógrafo da Nasa chamado John Corliss.

Parte interna da biosfera 2

A biosfera 2 tinha pesquisas ousadas e isso rapidamente tornou o projeto muito popular, foram feitas duas missões entre 1991 e 1994 onde colocaram um grupo de humanos dentro da redoma de vidro para deixá-los sobreviverem em monitoramento (tanto da mídia quanto de cientistas). Os dois grupos teriam que ser auto-suficientes, produzir a sua própria comida gerada nos biomas e reaproveitar a água do ambiente.

Ambiente da Biosfera

Divisão dos ambientes da biosfera – Image: Biosphere 2 Organization

Existem diversos ecossistemas dentro da biosfera, dentre eles: uma floresta tropical (que simulava chuvas para poder regar a plantação), uma savana, um deserto, uma fazenda (onde plantava-se: trigo, feijão, banana e muito mais) e um oceano com 4.000.000 L de água com diversas espécies de corais. 

Os grupos de humanos contavam com energia que vinham de geradores de gás natural e diesel, água que existia por condensamento com sistemas para matar bactérias, temperatura regulada por túneis onde eram feitos ajustes de pressão e temperatura e uma área onde morava o grupo, que possuía recursos de entretenimento como: livros, TV, rádio e DVD.

Projeto bem sucedido / mal sucedido

SPACESHIP_EARTH_Biosphere_2_P

O grupo final tinha 8 membros que chegaram a ficar 2 anos dentro da biosfera realizando várias pesquisas científicas, tornando ao mesmo tempo a Biosphere 2 a segunda maior atração turística do Arizona, perdendo apenas para o Grande Canyon.

Esse projeto também foi muito útil para psicologia, onde mesmo com os membros das equipes se odiando, ambos entendiam que a biosfera precisava ser movida para o bem deles mesmos, ambos não se faltavam com respeito e havia a todo momento esperança.

Apesar de muitas dessas pesquisas terem sido realizadas gerando atração turística e fechando conclusões para ciência, o projeto começou a beirar seu fim passando por várias dificuldades, dentre elas:

  • Situação difícil do grupo que por estarem trancados e terem que cuidar de vários ambientes com um número reduzido de pessoas, começou a fazer o grupo sofrer de exaustão e outros problemas associados à parte psicológica.
  • O ambiente ser vigiado pela mídia, tornou o projeto um grande debate ético sobre ”trancar humanos” em condições não muito boas.
  • O solo da biosfera 2 com o tempo começou a proliferar microorganismos que começaram a disputar o oxigênio com o grupo que estava lá. Mesmo com o oxigênio sendo controlado, os níveis começaram a cair absurdamente e isso gerou no grupo uma grande falta de força e diversos outros efeitos físicos negativos.
  • Um outro problema foi a passagem de luz do sol que não conseguia garantir a fotossíntese das plantas diminuindo ainda mais o nível de oxigênio tanto para as plantas quanto para os animais e também para os humanos.
  • A falta de comida também afetou o grupo que lutava contra vários tipos de pragas, elas tornaram a produção muito baixa e obrigou o grupo a comer alimentos muito seletos com nutrientes insuficientes. No projeto foram inseridas vespas para tentar conter algumas pragas, mas elas morreram juntas a outros agentes polinizadores que foram embutidos no começo do projeto.
  • Haviam inicialmente 25 animais no projeto e apenas 6 sobreviveram, sendo as baratas as que mais se adaptaram às condições da biosfera. Isso demonstrou que a vida ali estava caminhando para um colapso onde nem mesmo os animais se adaptaram bem.

Com tantos problemas, o projeto funcionou para ciência mas demonstrou na prática que seria inviável viver em uma redoma de vidro na Terra e quem sabe até em outro planeta. 

Esse lugar hoje segue sendo muito importante para ciência ambiental pois nele se torna possível simular situações climáticas além de ainda abrigar o maior oceano artificial do mundo.

A matéria acabou mas muita calma nessa hora!

Já pensou em aprender a desenhar do zero, o que você quiser? O curso da Método Fanart já ajudou mais de 100 mil pessoas de todas as idades a realizarem o sonho de aprender a desenhar.

Clique aqui e prepare-se!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: