Já ouviu falar da indústria 4.0?

A indústria 4.0, também conhecida como Quarta Revolução Industrial, é chamada assim pela fusão do mundo digital, biológico e físico, bem como pela crescente utilização de novas tecnologias, como inteligência artificial, computação em nuvem, robótica, impressão 3D, Internet das Coisas, tecnologias sem fio avançadas e algumas outras.

O termo indústria 4.0, surgiu através da Feira de Hannover em 2011 na Alemanha em um projeto de estratégias elaborado pelo governo alemão, com foco em soluções tecnológicas. Apenas em 2013 o grupo concluiu o que seria a indústria 4.0 e só mais tarde com  Klaus Schwab, criador do Fórum Econômico Mundial, foi criado algo sobre esse tema em um livro intitulado ” A Quarta Revolução Industrial ”.

A Indústria 4.0 facilita a visão e execução de “Fábricas Inteligentes” com as suas estruturas modulares, os sistemas ciber-físicos monitoram os processos físicos, transformam o mundo virtual em algo real e facilitado além de tomar decisões descentralizadas. Com a internet das coisas, os sistemas ciber-físicos comunicam e cooperam entre si e com os humanos em tempo real, e através da computação em nuvem, ambos os serviços internos e intra-organizacionais são oferecidos e utilizados pelos participantes da cadeia de valor.

O objetivo essencial da indústria 4.0 é tornar não apenas as fábricas, mas todo o ecossistema industrial (como logística) mais rápido, autônomo, eficiente e focado na satisfação do consumidor. Com a indústria 4.0 novos tipos de negócios devem surgir ao longo dos anos, até mesmo os consumidores ficarão mais exigentes e demandarão de coisas que talvez ainda não existam.

Revoluções industriais que mostram nossa evolução até o momento:

Entender as revoluções industriais pelas quais a sociedade passou ao longo do últimos séculos é indispensável para compreender o caminho que fizemos até o 4.0. O conceito de Indústria 4.0 representa a grande revolução industrial que estamos vivenciando. A mistura do digital com as indústrias gera ainda mais inovação, se livrando de processos antigos e massivos para processos simples e com auxilio da tecnologia as indústrias usam a Nuvem, inteligência artificial e diversos outros métodos para desenvolver melhor o seu produto.

Para chegar onde chegamos, resumimos brevemente as revolução importantes até a 4º revolução industrial:

  • 1º Revolução industrial: 1780 – Máquinas a vapor.
  • 2º Revolução industrial: 1870 – Energia elétrica, aço, motores elétricos e combustíveis derivados do petróleo.
  • 3º Revolução industrial: 1970 – Sistemas informatizados, avanço na eletrônica e a robótica como forma de assistência em serviços.
  • 4º Revolução industrial: Hoje – Sistemas cyber-fisicos, processos de manufatura descentralizados, internet das coisas, inteligência artificial, computação em nuvem e outras formas de desenvolvimento tecnológico ainda por vir.

Pilares tecnológicos da indústria 4.0:

A principal característica da indústria 4.0 é o emprego de tecnologia inteligente e conectada em seus processos, sendo esta característica um dos grandes pontos positivos da implementação da mesma. Alguns pontos marcam bastante a indústria 4.0 com algumas coisas já padronizadas no mercado e outras ainda meio novas e sendo implementadas por algumas empresas, confira:

Computação na nuvem: Já bastante utilizada pelas empresas, a computação em nuvem compreende a transmissão de serviços hospedados pela Internet. Esses serviços fazem com que empresa não necessite mais de uma infraestrutura de TI em sua unidade e tenha um armazenamento confiável e simples para o entendimento da equipe.

Inteligência artificial: Aplicação de análise avançada e técnicas baseadas em lógica, incluindo aprendizado de máquina, para interpretar eventos, analisar tendências e comportamentos de sistemas, apoiar e automatizar decisões e realizar ações. Moldável e com evolução própria, a inteligência artificial precisa de um tempo determinado para compreender cenários e outras tarefas mas gera resultados positivos a longo prazo.

Big Data: O nome ” Big Data ” existe pelo fato dos grandes armazenamentos digitais de informações, velocidade e variedade. A análise de big data é o recurso da utilização de software para descobrir tendências, padrões, correlações ou outras informações úteis nesses enormes armazenamentos de dados.

Sistemas Ciber-Físicos:  É um sistema composto por elementos computacionais colaborativos com o intuito de controlar entidades físicas.

Internet das coisas: Interconexão entre objetos por meio de infraestrutura habilitadora (eletrônica, software, sensores e/ou atuadores), com capacidade de computação distribuída e organizados em redes, que passam a se comunicar e interagir, podendo ser remotamente monitorados e/ou controlados, resultando em ganhos de eficiência.

Manufatura Aditiva: Usando a tecnologia de impressão 3D como ajudante para fabricação de objetos a partir da adição de camadas finas, uma sobre a outra. A manufatura aditiva auxilia em moldes odontológicos ou até na produção de itens para um consumidor final. Essa tecnologia cria peças grandes ou pequenos para prédios por exemplo, órgãos humanos e várias finalidades para o mercado.

Sensores Inteligentes: Sensores Inteligentes são dispositivos capazes de providenciar funções além daquelas necessárias para gerar uma correta representação da quantidade medida e/ou controlada. Resumidamente, um sensor inteligente recebe um estímulo externo do ambiente em que se encontra, recebe os dados relacionados com esse estímulo e faz o processamento dos mesmos de forma a gerar informação relevante.

Benefícios da indústria 4.0:

É de se esperar que a Quarta Revolução Industrial proporcione diversos benefícios para todos os tipos de empresas . A ideia de juntar a produção com tecnologia de ponta faz com que os consumidores recebam um produto mais rápido e com qualidade superior garantida.

Aqui vão alguns benefícios que a indústria 4.0 segue trazendo:

  • Aumentar a segurança
  • Reduzir custos: 
  • Economizar energia
  • Conservação ambiental
  • Reduzir erros
  • Customização de serviços

A Quarta Revolução Industrial já nos faz esperar por uma grande evolução, tanto na forma como os processos são geridos quanto na utilização de novas tecnologias. Alguns outros benefícios relacionadas a parte sistêmica das empresas trazem: automatização nos processos, decisões poderão ser tomadas pois haverão vários líderes e maior autonomia da equipe.

A indústria 5.0 está em desenvolvimento em países avançados e a proposta dela é algo um pouco diferente da 4.0, enquanto a 4.0 busca diminuir a mão humana na produção com sistemas inteligentes, a indústria 5.0 pretende fazer com que o humano se integre mais a tecnologia mas o assunto, ainda é bastante discutido sobre como isso criaria vantagem capital acima da 4.0. A conclusão que muitos tiram sobre a indústria 5.0, é o fato dela ser uma evolução no âmbito social visto que a 4.0 gera desempregos de mão de obra não qualificada e prioriza só a tecnologia, dando pouco espaço para o capital humano.

Essas discussões têm travado o desenvolvimento da revolução industrial 5.0 mas foram importantes para definir que a tecnologia deve ajudar o humano e não substituí-la, possivelmente veremos uma evolução monstruosa ao longo do tempo com a inclusão de novas tecnologias em indústrias e comércios!

O conteúdo acabou mas temos algo a oferecer antes de você encerrar essa matéria, já se imaginou garantindo o seu futuro com jogos?

O curso GAME ART TOTAL tem o objetivo de ensinar os alunos a criarem artes para jogos 2D e 3D, desde os primeiros passos.

CURSO GAME ART TOTAL Funciona? Crie artes profissionais para jogos!Clique Aqui e se prepare para criar um jogo TOP!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: