O que são células tronco?

É comum ouvirmos sobre células troncos em novas descobertas científicas ou pacientes que foram curados por ela de alguma forma, existem diversos debates sobre a extração dela de crianças, nessa briga se incluem a religião e a ciência que discutem sobre a ética envolvida nesse processo mas que hoje salva muitas vidas.

O que são células-tronco?

Funções da célula-tronco [Foto: Rede Nacional de Terapia Celular]
Funções da célula-tronco [Foto: Rede Nacional de Terapia Celular]
As células-tronco são células que podem se desenvolver em muitos tipos diferentes de células no corpo. Elas atuam como um tipo de sistema de reparo, ela é basicamente uma célula pelo qual todas as outras células com funções especializadas são geradas, isso é estudado pela medicina regenerativa.

Em laboratório as células-tronco podem se dividir para forma mais células chamadas de células-filhas, podendo se tornar novas células-tronco ou células especializadas com uma função diferente ( como por exemplo, células do sangue, tecido, células do cérebro). A diferença da célula-tronco é o fato dela ser a única capaz de gerar naturalmente novos tipos de células, sendo assim algo muito importante para a medicina no tratamento de diversas doenças.

Por que elas são tão interessantes?

Células-Tronco e a geração de novas células [Foto: Toda Matéria]
Células-Tronco e a geração de novas células [Foto: Toda Matéria]
O interesse em células troncos por médicos e cientistas, são porque elas podem ajudar em muitas áreas diferentes da saúde e da pesquisa médica. O estudo das células-tronco pode ajudar a explicar como surgem doenças graves, como defeitos de nascença e câncer. As células-tronco podem um dia ser usadas para fazer células e tecidos para a terapia de muitas doenças. Os exemplos incluem doença de Parkinson, doença de Alzheimer, lesão da medula espinhal, doença cardíaca, diabetes e artrite.

Quais são os tipos de células-tronco e o que elas fazem?

Células tronco embrionárias e não embrionárias [Foto: Dooplayer.com]
Células tronco embrionárias e não embrionárias [Foto: Dooplayer.com]
Células-tronco perinatais: Os pesquisadores encontraram células-tronco no líquido amniótico e no sangue do cordão umbilical. Essas células-tronco também têm a capacidade de se transformar em células especializadas. O líquido amniótico preenche o saco que envolve e protege o feto em desenvolvimento no útero. Os pesquisadores identificaram células-tronco em amostras de líquido amniótico retiradas de mulheres grávidas para testar anormalidades – esse método é chamado de amniocentese.

Células-tronco embrionárias: Essas células-tronco vêm de embriões com três a cinco dias de idade. Nesse estágio, um embrião é chamado de blastocisto e tem cerca de 150 células. A partir dessas células, podem se dividir em mais células-tronco ou podem se tornar qualquer tipo de célula do corpo. Essa versatilidade permite que as células-tronco embrionárias sejam usadas para regenerar ou reparar tecidos e órgãos doentes.

Células-tronco adultas: As células-tronco adultas são encontradas em todas as partes do corpo humano, especialmente na medula óssea e sangue do cordão umbilical, sendo retiradas dos próprios pacientes para fins medicinais.

Em outras palavras, as células-tronco adultas apresentam maior dificuldade para se dividirem que as embrionárias e, por isso, as pesquisas atuais utilizam em grande parte as célula-tronco embrionárias, com o intuito de produzirem outras.

Células adultas alteradas para ter propriedades de células-tronco embrionárias (células-tronco pluripotentes induzidas): Essas células, são produzidas em laboratório e foram produzidas a partir de células da pele, em 2007. Após alguns testes, foi comprovado que estas células podiam se diferenciar nos três folhetos embrionários.

Assim, elas são retiradas de um individuo adulto, o que diminui alguns dos conflitos bio éticos do uso de células-tronco ao excluir o uso de embriões. Essas células representam a possibilidade de tratamento de alguns tipos de doenças, pois representam a possibilidade de reconstrução de tecidos e órgãos.

Discussão ética sobre pesquisas com células-tronco

Discussão ética sobre extração de célula tronco em embriões [Foto: Russia Beyond]
Discussão ética sobre extração de célula tronco em embriões [Foto: Russia Beyond]
A discussão ética ocorre principalmente dentro do meio religioso (acontece também no meio cientifico pela forma como isso ocorre e como é algo novo ainda estão sendo reforçados os códigos éticos), a questão discutida é o fato das células troncos embrionárias serem obtidas de embriões em estágio inicial.

O fato das células troncos embrionárias serem retiradas de um humano é um tipo de tabu, o mesmo ocorre com o aborto, ambas fazem a ciência e a religião não concordarem em diversos pontos, apenas em 2009 tivemos as diretrizes que permitem a pesquisa em embriões após isso a discussão ainda permanece aberta mas ainda se permite a extração de células tronco em diversos países do mundo.

Esperamos que tenha gostado do conteúdo, não esqueça de acompanhar a gente em nossas redes sociais:

instagram - ícones de social grátis Instagram:  Clique aqui

Facebook – entre ou cadastre-se Facebook:  Clique aqui

Pinterest Archives » Revista Internet Pinterest:  Clique aqui

 Twitter:  Clique aqui

Linkedin - ícones de mídia social grátis Linkedin: Clique aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: