Como ocorre um furacão?

Quem nunca teve essa dúvida que atire a primeira pedra, falaremos hoje exatamente sobre os fatores principais que geram esse  fenômeno natural, que apesar de destrutivo, possui uma série de fatores para ser formado e costuma alterar severamente os lugares por onde ele passa.

O que é um furacão?

De acordo com a NASA, os furacões são tempestades violentas que possuem nomes diferentes como ciclones ou tufões. Apenas os ciclones tropicais que se formam sobre o Oceano Atlântico ou Oceano Pacífico oriental são chamados de “furacões”.

Furacão Edouard Estação Espacial - Foto gratuita no Pixabay

O furacões são como motores gigantes, que usam ar quente úmido como combustível. É por isso que eles só se formam nas águas quentes do oceano perto do equador. 

Uma explicação mais cientifica é que furacões são nada mais do que a baixa pressão atmosférica com uma circulação fechada de ventos e diferencia-se dos ciclones extratropicais por ter um núcleo quente e um centro bastante definido em sistemas mais intensos, conhecido como olho.

Alguns desses furacões podem ser vistos por satélites e acompanhados no inicio de sua formação por alguns aparelhos meteorológicos para monitoramento.

Como ele se forma?

Para que o furacão se forme, o ar com a pressão mais alta da área circundante é empurrado para a área de baixa pressão. Então, esse “novo” ar fica quente e úmido e também sobe. Conforme o ar quente continua a subir, o ar circundante irá girar e substituí-lo. À medida que o ar quente e úmido sobe e esfria, a água no ar forma nuvens. Todo o sistema de nuvens e vento gira e cresce impulsionado pelo calor do oceano e pela evaporação da água da superfície.

Como se Forma um Furacão?
Formação de um furacão [Foto: Mega Artigos]
Tempestades que se formam ao norte do equador giram no sentido anti-horário. Tempestades ao sul do equador giram no sentido horário. Essa diferença se deve à rotação da Terra em seu eixo.

Com a tempestade girando cada vez mais rápido um olho se cria no centro onde o ar de alta pressão de cima flui.

A grande diferença de pressão atmosférica entre o centro do ciclone e o seu redor cria ventos que podem ultrapassar 300 km/h em grandes ciclones.

Alguns dos furacões que bateram recordes passando pela Terra

 

Ciclone de Bhola

O ciclone mais mortal que existiu foi o Ciclone de Bhola no Paquistão Oriental que matou mais de 500.000 pessoas em 12 de novembro de 1970, atingindo picos de 185 Km/h, o motivo de tantas mortes seria por uma lenta resposta do governo sobre uma ameaça que já havia sido detectada. 

 

Estragos causados pelo Ciclone de Bhola [Foto: Mochilas de Sobrevivência]
Falando de um furacão mortífero utilizando apenas imagens na dá a dimensão real, portanto separei um vídeo que possui Imagens Fortes mas que traz o impacto verdadeiro do desastre.

Furacão Katrina 

O furacão Katrina foi um furacão de categoria 5 no Atlântico que causou despesas de mais de 125 bilhões em 2005 na área de Nova Orleans, Mississipi, Flórida, Bahamas , Cuba e algumas áreas vizinhas, ele não foi o mais mortal pois causou 1,800 mortes mas é considerado o furacão que mais trouxe despesas no mundo.

No caso desse furacão medidas foram tomadas para evitar mais mortes, tendo um sistema de evacuação obrigatória.

Katrina o furacão mais caro do mundo
Furacão Katrina visto de baixo [Foto: Cultura Geral]
Separei uma matéria sobre o Katrina, já que ele é em 2005 existem mais registros:

Furacão John

Conhecido por ter sido o ciclone tropical de maior duração e de maior extensão já visto, que aconteceu junto com o fenômeno El Niño (fenômeno associado a trazer água do mar quente no Pacífico). Ele ocorreu no Havaí em 1994 e percorreu 13.280Km do Pacífico Oriental ao Pacífico Ocidental, ele durou 1 mês mas por sorte trouxe efeitos pequenos considerando os outros ciclones. Não houveram fatalidade e os danos chegaram a 15 milhões.

 

Furacão john visto de cima
Furacão John visto de cima [Foto: Wikipédia]
Esse vídeo mostra a trajetória que ele percorreu e também da uma ideia da duração:

Ciclone Typhoon Tip

Conhecido nas Filipinas como Typhoon Warling , foi o maior e mais intenso ciclone tropical já registrado. A quadragésima terceira depressão tropical, a décima nona tempestade tropical, o décimo segundo tufão e o terceiro supertufão da temporada de tufões do Pacífico de 1979 , Tip desenvolveu-se a partir de uma perturbação no vale das monções em 4 de outubro perto de Pohnpei na Micronésia. 

Aeronaves dos EUA realizaram missões de reconhecimento do tempo dentro do tufão tornando Tip um dos ciclones tropicais mais observados. O tufão deixou 100 feridos no total, trouxe incêndios indiretamente devido as chuvas , naufrágios , inundações e causou algumas destruições.

Typhon Tip desastre natural
Typhoon Tip representação

Não esqueça de seguir a Bringtek nas redes sociais e compartilhar esse fatos interessantes como esse aqui com seus conhecidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: